Itens no carrinho 0
Produto
Subtotal
Total
R$ 0,00
O CARRINHO DE COMPRAS ESTÁ VAZIO.

O silício é um oligoelemento (presente em pequena quantidade no organismo) essencial para os seres humanos. Os teores mais altos de silício ocorrem no tecido conjuntivo, responsável por estabelecer e manter a forma do corpo, além de fazer a ligação com outros tecidos e preencher espaços.

Ele está presente em quantidade significativa na aorta, traqueia, tendões, ossos, pele, cabelos, músculos e muitos outros órgãos. Também promove a biossíntese de colágeno, a calcificação dos tecidos ósseos, a formação de pelos, cabelos e unha.

Por isso é sempre importante ficar atento à nossa alimentação para garantir o que nosso organismo precisa.

Alimentos fontes de silício

O silício encontra-se em quantidade considerável nos cereais integrais e também em algumas frutas como banana, abacaxi, manga e tâmaras. Também está presente no pepino e pimentão.

Confira na tabela abaixo o teor de silício (mg) para cada 100g de alguns alimentos.

Teor de silício em cada 100g de alimento

Estudos recentes mostram que o teor de silício é maior em plantas de cultivo orgânico ou biodinâmico e também pode variar devido a fatores genéticos.

Os benefícios do silício para os cabelos

Um estudo realizado em São Paulo e apresentado em Londres mostrou que o uso prolongado de suplementação com silício (5 meses) promoveu melhoras significativas nos cabelos.

A análise envolveu 34 mulheres com idades entre 17 e 57 anos. Elas relataram ao final da pesquisa uma melhora clara na penteabilidade, maciez, brilho e crescimento. Em 79,4% houve aumento na velocidade do crescimento capilar. O aumento médio na velocidade de crescimento foi de 37,6%.

Laboratorialmente os pesquisadores constataram que os cabelos apresentavam-se mais resistentes.

Recomendação diária de ingestão de Silício

No sistema dermatológico atua na cicatrização de feridas e queimaduras, auxilia no crescimento dos cabelos, fortalecimento de cabelos e unhas e contra a flacidez da pele, promovendo maior elasticidade já que atua na síntese de colágeno e elastina.

Com o avanço da idade o organismo precisa de reposição oral deste importante mineral, já que dificilmente é absorvido naturalmente pelo organismo.

Estudos realizados com fins estéticos (cabelo e pele) indicam uma dosagem de 150mg/dia. O ideal é que se consuma longe das refeições para potencializar sua absorção.

O período mínimo de uso para obtenção de resultados é de 3 meses, sendo indicado o consumo por períodos superiores, os estudos que apontaram melhoria no crescimento capilar, por exemplo, foram realizados por 5 meses.

Referências

SANTOS, Fábio César dos Santos. O papel do silício em nosso organismo. Revista BiotecDermocosméticos - Ano 1. N.03. 2009.


SCHLEIER, Rodolfo; GALITESI, Célia R. L.; FERREIRA, Esmeralda C. M. Silício e cálcio: uma abordagem antroposófica. Arte Médica Ampliada. Vol. 34. N. 3. Julho/Agosto/Setembro 2014.


VILLA, Ricardo. Et al. Oral Supplementation of Silicon and Its Impact On Quality of Hair. In: 72nd Congress of the Society of Investigative Dermatology, 2012, Veneza. 72nd Annual Society for Investigative Dermatology Meeting Abstracts. London: Nature, 2012. v. 132. p. 104.