Chá de Quebra-Pedra Duom 10 Sachês

  • O Chá de Quebra Pedra já é muito conhecida por ajudar nos tratamentos de pedras nos rins e também da vesícula.

  • Referência: 7898665750377
  • Modelo/Marca: Duom
  • Fabricante:Duom
  • Especificações: Vegano, Sem açúcar, Sem glúten, Sem lactose
R$ 6,04
em até 3x de R$ 2,01 sem juros ou em até 6x de R$ 1,10 no cartão
Esse produto encontra-se indisponível.Deixe seu contato que avisaremos quando chegar.
Avise-me quando disponível
  • Indicar este produto
  • Deixar um comentário

Chá de Quebra-Pedra Duom 10 Sachês

Conhecido principalmente por auxiliar em tratamentos de pedras no rins!

O Chá de Quebra Pedra, também conhecido como pimpinela branca, saxífraga, arranca-pedras, quebra-panela, conami ou fura-parede, é amplamente conhecido na cultura brasileira, sendo conhecida por tratar e prevenir as pedras no rins e também na vesícula.

Entre as propriedades do Quebra Pedra, inclui-se auxiliar no combate das dores, por sua ação analgésica, também possui ação diurética e possui propriedades para proteger o fígado de intoxicações e infecções.

Fácil e rápido de preparar! Beba quente ou gelado! 10 sachês envelopados

Benefícios do uso do Chá de Quebra Pedra

  • Auxilia no tratamento de pedras nos rins e na vesícula
  • Possui propriedade protetivas para o fígado
  • Ajuda em nos processos de emagrecimento por ser diurético
Sugestão de Uso do Chá de Quebra Pedra

Quente: Coloque 1 sachê de chá numa xícara de 200ml, despeje água bem quente (não precisa ser fervente) e deixe misturando até o sabor e aroma ficarem como você gosta.

Gelado: Prepare como se fosse preparar ele quente, espere esfriar e sirva com cubos de gelo. Se preferir espumante, utilize o liquidificador.

Ingredientes

Quebra Pedra (Phyllanthus niruri L.)

NÃO CONTÉM GLÚTEN.
SEM GLÚTEN SEM LACTOSE SEM AÇÚCAR VEGANO ORG NICO
SIM SIM SIM sim NÃO
Outras Informações

O uso de fitoterápicos não substitui os remédios alopáticos. Consulte sempre o seu médico.

Produto dispensado de registro de acordo com a resolução nº23 de 16/03/2000.